Um mistério chamado Bernice Burgos

Novo JornalPublicado 02/10/2016 10:06:00

Depois de semanas a dar que falar, a festa "O Prubulema", que deveria apresentar como grande atracção a modelo latino-americana Bernice Burgos, foi cancelada, alegadamente porque a estrela do evento não obteve autorização para entrar no país. A organização descarta responsabilidades, e fala no "incómodo" que a vinda de Bernice a Luanda estava a causar.

Foto: DR

Horas antes do início da festa "O Prubulema", que deveria ter acontecido ontem, a organização do evento, promovido pelo grupo "O Partido", comunicou o seu cancelamento, mas não esclareceu o motivo, insinuando apenas que as vozes contra a vinda de Bernice Burgos a Luanda falaram mais alto.

"Ainda não conseguimos perceber ao certo por que razão a vinda de uma modelo a Angola, como acontece em várias partes do mundo, causou tanto incómodo", declararam os organizadores.

"Infelizmente essa não é uma situação que dependa de nós", reforçaram, dando a entender que houve um boicote ao seu trabalho.

"Estamos muito tristes com tudo isso, mas, não iremos baixar a cabeça", asseguraram, sem mais explicações.

Embora a organização tenha descartado responsabilidades, comprometendo-se a reembolsar quem comprou bilhetes - vendidos a preços entre 18 mil e 300 mil kwanzas -, não falta quem a acuse de incompetência.

Tudo por causa de um documento que está a circular nas redes sociais, alegadamente dos serviços consulares de Angola nos EUA, no qual se vê que a data de solicitação do visto de Bernice Burgos é de 29 de Setembro, o que terá inviabilizado a entrada em Angola a tempo do evento, anunciado para 1 de Outubro.

No entanto, da mesma forma que o documento tem sido partilhado à exaustão, também não faltam partilhas de outro documento, este completamente descaracterizado - ou seja, sem qualquer referência uma entidade emissora -, em que se invocam "ordens superiores" para barrar a entrada em Angola de Bernice Burgos e duas acompanhantes.

O Novo Jornal online tentou obter esclarecimentos junto da organização do evento, mas os números de telefone disponibilizados para promover a festa "O Prubulema" têm estado desligados.

Primeira Página