Líderes do Girabola jogam para decidir título

Eduardo GitoPublicado 15/10/2016 12:19:00

As equipas líderes do Campeonato Nacional da primeira divisão Girabola ZAP jogam, este fim-de-semana, aquela que será mais uma das jornadas decisivas para a conquista do troféu de futebol mais cobiçado em Angola.

Foto: DR

1.º de Agosto - Kabuscorp é um dos duelos que se reveste de grande interesse competitivo, ao ponto de se transformar no jogo mais atraente da jornada 27, face ao perfil que as duas equipas apresentam. O encontro está marcado para domingo, 16.

A partida, que se espera de risco, será disputada no Estádio Nacional 11 de Novembro. O alerta justifica-se, não somente pelo perfil das duas equipas, mas sobretudo pelas características das duas massas associativas.

Com os militares a apresentarem-se como candidatos invictos na conquista do troféu em 2016, no domingo, podemos ter uma partida com desfecho imprevisível, sendo de esperar um equilíbrio no jogo entre as duas massas.

Teoricamente e pela posição em que se encontram na tabela classificativa, os militares apresentam-se como favoritos, com nove títulos conquistados nas 38 edições do Girabola, contra um do Kabuscorp.

Diante do 1.º de Agosto, a equipa da rua F do Palanca ascendeu à primeira divisão do futebol nacional, na qual permanece há nove anos, com apenas um título, conquistado em 2013.

Se os olhos estiverem voltados para o cenário que as duas equipas apresentam na classificação do campeonato, é mais um motivo que eleva o interesse pela partida, com os militares a não quererem arriscar a perda de qualquer ponto que seja.

À entrada para a 27ª jornada do Girabola ZAP 2016, os dois emblemas estão separados por 14 pontos, com vantagem para o 1.º de Agosto, que soma 57 pontos, na primeira posição, contra os 43 pontos do Kabuscorp, na quarta posição. Um confronto à parte é o reencontro do treinador Romeu Filemon com a sua antiga equipa, o 1.º de Agosto. O técnico angolano é conhecedor dos segredos da equipa militar, sendo um dos responsáveis pelo lançamento de alguns jogadores, como Ary Papel, Mingo Bille e Gelson, da equipa principal do 1.º de Agosto.

Na primeira mão, o Kabuscorp triunfou sob o 1.º de Agosto, com vitória de 2-0, o que eleva o duelo deste domingo à escala de um ajuste de contas, dos militares para com os palanquinos.

Petro de Luanda - Atlético Sport Avia- ção (ASA) é outra das partidas de carácter importante, pelo histórico que as duas equipas apresentam. Na partida, marcada para sábado, 15, no 11 de Novembro, os petrolíferos recebem os aviadores, que ocupam a 11.ª posição da prova, com 30 pontos.

O Petro de Luanda reparte a segunda posição da prova, ambos com 54 pontos, mais três que o 1.º de Agosto. A formação tricolor da capital angolana está cada vez mais animada, nesta fase final do campeonato.

Recorde-se que, na ronda 25, o Petro de Luanda foi ao Rocha Pinto impor ordem à formação do Interclube e venceu por 2-1, naquele que foi considerado o grande jogo da jornada.

Ao contrário do Petro, que venceu na ronda anterior, a sorte não foi a mesma para os aviadores, que levaram um empate de 1-1 frente ao Progresso do Sambizanga. Refira-se que nas equipas de Luanda, os aviadores são os que mais problemas financeiros apresentam na presente temporada, ao ponto de Elias José, presidente de direcção do ASA, ter pagado com valores do seu próprio bolso um dos dois meses em atraso que o clube regista,

Onteme, o Benfica-Interclube abriu a jornada 27 do "gira", com vitória da equipa da casa por 3-1.

Outras partidas agendadas para este fim-de-semana são o Libolo-Progresso Sambizanga, 4 de Abril-1.º de Maio, Académica-D. Huíla, Caála-Sagrada e Progresso da Lunda-Sul-Porcelana.

Primeira Página