Dossier será entregue ao PR: Paixão Júnior a caminho da presidência da FAF

Álvaro VictóriaPublicado 28/10/2016 12:33:00

Os anos de direcção do Progresso do Sambizanga permitiram-lhe granjear um currículo de respeito a nível do dirigismo desportivo. A presidência do BPC transformou-o em homem com influência nos meandros políticos. Paixão Júnior é, por isso, tido como o mais forte candidato a ocupar a vaga do veterano Pedro Neto na Federação Angolana de Futebol (FAF).

Foto: Arquivo

A candidatura de Paixão Júnior à presidência da Federação Angolana de Futebol (FAF) é um assunto a ser analisado ao mais alto nível do poder do país. De acordo com a fonte do NJ, o dossier será entregue, nos próximos dias, à análise do Presidente da República, cujo parecer, observa, deverá ser determinante para os resultados do escrutínio.

O lobby para a sua ascensão ao cargo está a ser levado a cabo por um grupo de dirigentes influentes da modalidade no país.

"Um jogo com resultado previsível". Este adágio, bastante usado no mundo desportivo, pode espelhar o desenho que se prevê do desfecho da candidatura de Paixão Júnior à presidência da Federação Angolana de Futebol (FAF).

Trata-se, aliás, observa a fonte, de um desejo de um grupo influente de dirigentes do futebol nacional, que pretende que o poder da modalidade "rainha" no país seja entregue ao antigo presidente do conselho de administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC).

(Leia este artigo na íntegra na edição n.º455 do Novo Jornal, já nas bancas e também disponível por assinatura digital, que pode pagar em kwanzas)

Primeira Página