Ministro congolês garante: "Não temos militares angolanos no nosso país"

Novo JornalPublicado 26/12/2016 11:48:00

O ministro da Comunicação Social da República Democrática do Congo (RDC), Lambert Mende (na foto), garantiu que Angola não tem militares destacados na RDC, desmentindo assim as notícias sobre a alegada retirada de tropas angolanas do país, em ruptura com a liderança do Presidente Joseph Kabila.

Foto: DR

"Que eu saiba, não temos militares angolanos no nosso país", assegurou Lambert Mende, esclarecendo que as tropas da SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral) mobilizadas para a RDC incluem três países, nomeadamente a África do Sul, mas não Angola.

"Trata-se de um rumor inventado pelos nossos inimigos, financiados por Moise Katumbi", acusa o ministro da Comunicação Social, apontando ainda o dedo a uma jornalista.

"Sabemos que a jornalista Marie-France Cros trabalha para os nossos inimigos", disse o responsável, em declarações à imprensa local.

Em causa está a notícia avançada no última fim-de-semana pela publicação La Libre Belgique e confirmada pela RFI, de que Angola decidiu retirar as tropas enviadas para a RDC, em desacordo com o Presidente Joseph Kabila.

De acordo com essas notícias, que citam fontes diplomáticas angolanas, a saída de Angola da RDC seria um voto de protesto contra a onda de violência que tem varrido o país, em linha com as declarações recentes do ministro das Relações Exteriores Georges Chikoti.

Recorde-se que o chefe da Diplomacia angolana condenou, através de um comunicado divulgado na passada sexta-feira, 23, "a violência recorrente" na RDC, apelando aos políticos e à sociedade civil para preservarem a paz.

Primeira Página