Presidente brasileiro muda de casa com medo de fantasmas

Novo JornalPublicado 19/03/2017 9:56:00

Michel Temer acredita em fantasmas, tem medo de fantasmas e não tem vergonha de o dizer publicamente, porque os brasileiros e o resto do mundo só ficaram a saber que o Presidente do Brasil acredita em espíritos quando o próprio explicou que deixou a casa oficial do Chefe de Estado brasileiro, o Palácio da Alvorada, por não conseguir dormir na presença das más energias e das "assombrações".

A frase que deixou os brasileiros meio atarantados, pelo menos aqueles que acham estranho um Chefe de Estado ter medo de fantasmas, na entrevista à revista Veja, foi esta: "O Palácio da Alvorada tem muitos quartos, uns oito, todos muito grandes. Tudo muito amplo e bonito. Mas senti uma coisa estranha. Não conseguia dormir desde a primeira noite. A energia não era boa".

E nem sequer valeria a pena a Michel Temer virar-se para a mulher, Marcela Temer, em busca de conforto e protecção porque esta sentia as mesmas más vibrações, o mesmo desconforto, tendo, então, o Presidente do Brasil e a primeira-dama concluído tratar-se de espíritos do além.

Só o filho de Michel e Marcela, Michelzinho, estaria, se não fosse uma criança, em condições de dar alguma serenidade à família e ao país a partir do Palácio da Alvorada, porque, conta o seu pai, adorava correr pelos muitos corredores do palácio e pelos seus muitos e grandes quartos.

A tranquilidade da criança não foi suficiente e a família presidencial mudou mesmo de casa, voltou para o Palácio do Jaburu, residência oficial do Vice-presidente, que ti há ocupado durante os quatro anos em que esteve como vice de Dilma Rousseff, a Presidente deposta através de um polémico processo que ainda hoje faz correr muita tinta no Brasil e que teve Temer como principal impulsionador.

Alias, Dilma Rousseff aproveitou de imediato para fazer o que milhões de brasileiros fizeram assim que ficaram a saber da razão pela qual Tomer mudou da Alvorada para o Jabaru: ironizaram sobre o assunto.

"Morei durante anos lá no Palácio da Alvorada e nunca senti nada disso, nunca vi fantasmas", disse a ex-Presidente com um tom irónico na semana passada.

Primeira Página