Antiga África Têxtil vai exportar 150 toneladas de fios para Portugal

Novo JornalPublicado 20/04/2017 10:50:00

A fábrica Alassola, que ocupa o espaço da antiga África Têxtil, na província de Benguela, prepara-se para exportar, já no próximo mês de Maio, 150 toneladas de fios para Portugal, avançou o presidente do conselho de administração, Tambwe Makaz.

Foto: DR

A indústria têxtil de Benguela, renascida com a recuperação das instalações da antiga África Têxtil, agora ocupadas pela fábrica Alassola, ganha impulso além-fronteiras, através da celebração de acordos com empresas portuguesas de tecelagem.

De acordo com o PCA da Alassola, o japonês Tambwe Makaz, a unidade fabril prepara-se para exportar, já no próximo mês de Maio, 150 toneladas de fios para Portugal.

Relançada no final de Novembro de 2016, a fábrica Alassola trouxe de volta a produção têxtil a Benguela, cerca de 17 anos depois do encerramento da África Têxtil, que operou de 1974 a 1999.

Segundo o director de produção, Hiroshi Yamamoto, em declarações à Angop, a unidade vai consumir por cada ano de actividade 12 mil toneladas de algodão, que servirão para produzir 12 milhões de peças de toalhas, 1.608 mil peças de lençóis, 120 mil cobertores, além de guardanapos.

Primeira Página