Morreu Mestre Kamosso, o eterno ás do hungu

Novo JornalPublicado 01/05/2017 10:07:00

O aclamado tocador de hungu Miguel Adão Banga, popularizado como Mestre Kamosso, morreu no último sábado, 30, em Catete, no município de Icolo e Bengo.

Foto: DR

Nascido em 1927, Mestre Kamosso foi distinguido, em 2013, com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, pela maestria com que tocava o hungu, instrumento também conhecido por berimbau.

O seu contributo para a arte nacional valeu-lhe ainda a atribuição, pelo Ministério da Cultura, do diploma de mérito pela preservação e divulgação da cultura angolana, concedido em 2007.

Apesar do reconhecimento público, nos últimos anos, marcados pela sua saúde cada vez mais debilitada, tornaram-se recorrentes os pedidos de ajuda para o Mestre, que esteve na génese de vários grupos folclóricos como Jovens do Hungu, Idimakaji, Semba Muxima e Ilundus.

Primeira Página