Mais uma vítima mortal da explosão de botija de gás

Novo Jornal OnlinePublicado 12/07/2017 16:50:00

O número de mortes causadas pela explosão de uma botija de gás de cozinha, no distrito urbano do Rangel, em Luanda, noticiada pelo Novo Jornal online na passada quinta-feira, subiu para dois.

A jovem de 17 anos, irmã mais velha das outras três crianças atingidas pela explosão, não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer nesta madrugada, no Hospital Neves Bendinha, especializado no atendimento às vítimas de queimaduras.

O bebé de um ano morreu ainda no mesmo dia da explosão, já no hospital.

Neste momento, encontram-se internadas, nos cuidados intensivos, as crianças de dez e sete anos de idade, com queimaduras de terceiro grau.

Primeira Página