Lula da Silva condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Novo Jornal OnlinePublicado 13/07/2017 8:36:00

Numa decisão histórica, Luiz Inácio Lula da Silva foi ontem condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tornando-se o primeiro ex-Presidente do Brasil condenado por um crime. Em causa estão subornos no montante de 1,1 milhão de dólares.

Foto: DR

A sentença foi lida pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações do processo Lava Jato, que considerou provado que o antigo Chefe de Estado do Brasil recebeu o equivalente a 1,1 milhão de dólares da construtora OAS, valor que terá sido desviado de contratos da Petrobras e utilizado por Lula da Silva em obras e na decoração de um apartamento de três andares na praia do Guarujá, no estado de São Paulo.

A condenação do ex-Presidente da República - que fica a aguardar a decisão do recurso em liberdade - surge numa altura em que o líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT) se posiciona como o político mais bem cotado nas sondagens para as eleições de 2018.

Caso o recurso confirme a sentença, Lula da Silva terá mesmo de cumprir a pena, mas se não houver decisão até Outubro de 2018, o antigo Chefe de Estado poderá entrar novamente na corrida presidencial.

Primeira Página