António Paulo

Governo reage à greve: Não há dinheiro para despesas dos professores 

Os professores do ensino geral, que desde o início da semana se encontram em greve , poderão ver resolvidos os seus problemas somente no próximo ano. O Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2017 não prevê o pagamento das despesas exigidas pelos docentes. A informação vem expressa num documento do Ministério das Finanças (MINFIN), enviado ao Vice-Presidente da República, Manuel Vicente.



África

O enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas para a Região dos Grandes Lagos, Said Djinnit, que chegou ontem a Luanda para dois dias de trabalho, alertou hoje para o efeito de contágio que a instabilidade na República Democrática do Congo (RDC) pode produzir no processo eleitoral em Angola, não apenas pelo afluxo de refugiados, mas também pela intervenção de milícias armadas.


África

O Relatório "Africa at a Tipping Point" (África no Ponto de Inflexão), apresentado e discutido no Fórum sobre Governação em África 2017, realizado em Marraquexe, Marrocos, sob a égide da Fundação Mo Ibrahim, indica que até 2050 a população jovem no continente passará de 230 para 452 milhões, fazendo com que nesta data metade da população africana esteja abaixo dos 25 anos de idade.


Economia

A petrolífera nacional vai ter pela primeira vez um stand de exposição na Offshore Technology Conference, que se realiza entre os próximos dias 1 a 4 de Maio, na cidade de Houston, nos Estados Unidos da América. A presença da Sonangol no evento, considerado a maior "montra mundial" para a indústria do petróleo e gás, inclui a realização do workshop "Desafios para tornar a indústria de petróleo e gás em Angola mais competitiva".


Sociedade

O administrador do distrito urbano da Maianga, Fernando Cardoso, ordenou o encerramento de oito matadouros situados no bairro do Rocha Pinto, devido à falta de higiene e de outras inconformidades, nomeadamente a falta de uniformes para os trabalhadores.


Desporto

O anúncio de que Angola iria acolher a 29.ª edição do Campeonato Africano das Nações de basquetebol sénior masculino, Afrobasket2017, comunicado pela FIBA na sua página oficial, resultou de uma decisão unilateral do órgão que tutela a modalidade no continente, garante a Federação Angolana de Basquetebol (FAB), afastando a ideia que os responsáveis federativos assumiram o compromisso de organizar a competição sem o aval do Ministério dos Desportos.




Primeira Página