O homicida, em fuga, identificado nos autos por Alberto Clemente Domingos, morador na comuna do Luinga, bairro Dala Quingungo, assassinou, com recurso a uma catana, a sua enteada, Fernanda Manuel de Andrade, de oito anos, quando esta se encontrava a dormir num dos compartimentos da habitação.

Ao Novo Jornal, Adão Morais, porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC) Kwanza-Norte, disse que o crime terá sido motivado por questões passionais.

Segundo o responsável pela comunicação do SIC-Kwanza-Norte, a mãe da menor, em depoimento, descreveu que o homicida, durante discussões entre o casal, acusou "a companheira de ter mantido relações amorosas com o pai da menor durante o tempo em que a filha ficou internada no Hospital Regional da Ambaca, adjacente à habitação do pai biológico".

Tão logo a companheira saiu de casa, de acordo com Adão Morais, o homicida empunhou uma catana e desferiu golpes nas regiões da cabeça e membros superiores da menor, que morreu na hora.

Os operacionais do SIC-Kwanza-Norte, prossegue o oficial, "em conjunto com outras forças da ordem, prosseguem com as diligências no sentido de localizar e deter o homicida qualificado por motivos fúteis".