Uíge, Moxico e Bengo fora das eleições na FAF: associações não foram eleitas por, pelo menos, três clubes e perderam o poder de voto.

Álvaro VictóriaPublicado 15/12/2016 19:58:00

As Associações Provinciais de Futebol (APFs) do Uíge, Moxico e Bengo foram excluídas das eleições na Federação Angolana de Futebol (FAF), marcadas para Sábado, na sede do organismo, no bairro Nova Vida, em Luanda.

Segundo um comunicado da Comissão Eleitoral, presidida por Raimundo Ricardo, a que o Novo Jornal teve acesso, a exclusão tem explicação nos estatutos do organismo, que limitam a participação no escrutínio às APFs que não tenham sido eleitas por, no mínimo, três clubes.

Assim, apenas 15 das 18 Associações Provinciais de Futebol vão estar presentes no escrutínio para eleição do novo corpo directivo da FAF para os próximos quatro anos. No total, 123 clubes vão participar no pleito.

Concorrem para a substituição de Pedro Neto: Artur Almeida, líder da Lista A, José Luís Prata, que preside à Lista B, e Osvaldo Saturnino Jesus, que encabeça a Lista C.

Primeira Página