Pintor angolano na XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira, em Portugal

Novo JornalPublicado 08/05/2017 15:56:00

O artista plástico angolano Hildebrando de Melo é um dos seleccionados da XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira, a decorrer de 15 de Junho a 16 de Setembro, em Vila Nova de Cerveira, Portugal.

Hildebrando de Melo vai concorrer com o trabalho intitulado Brown Deus, da série ante-Zortax, obra que se insere no diálogo de vanguardas pretendido pelo tema da bienal: "Apropriações da Arte Popular", de acordo com a organização.

Vencedor do Prémio "Ensarte" na categoria Juventude e do Prémio Desenhos na Areia da Empresa Norsk Hidro, o artista plástico já expôs em Angola, Portugal, Estados Unidos da América e Alemanha.

As obras do artista integram ainda sete colecções privadas e dez de empresas e instituições nacionais, como do Banco Nacional de Angola, Sonangol, Companhia Nacional de Seguros de Angola, British Petroleum, entre outras.

A XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira tem como tema "Da Pop Arte às Transvaguardas, Apropriações da arte popular", e propõe uma reflexão sobre o choque tecnológico, conseguido pelo acumular do saber através dos séculos e pela identidade das populações.

Temas como a "Arte, Natureza, Ambiente", "Arte, Tecnologia e Ciência", "O Artista e a Globalização: o seu papel como Actor Social", "A Relação da Arte com a Academia no Século XXI - Criatividade - Academismo" foram amplamente debatidos ao longo dos 39 anos de percurso do evento.

Primeira Página