Sérgio Calundungo*

Desafios do MPLA para as eleições: "Reganhar a credibilidade" 

O grande desafio que se coloca ao MPLA nas próximas eleições é o de "reganhar a credibilidade". É fundamental que assuma algumas abordagens de modo que as pessoas possam realmente acreditar que isso não "é conversa para o boi dormir" ou "para inglês ver" em época de eleições.

Opinião

Será que este é o novo ciclo que se vai institucionalizar na vida política angolana? Se não for agora, há-de ser, inevitavelmente, mais cedo ou mais tarde. Não tenhamos ilusões!



Opinião

Que o mundo enfrenta uma degradação moral, ética e intelectual há largos anos disso as várias acções do homem são prova, se olharmos para o estado de coisas em que se encontra uma importante classe - a política - que deveria ser a primeira a dar exemplos de referências positivas e de ser a mais solidária do que tudo o resto, exactamente por fazer, sobretudo em épocas eleitorais, constar dos seus programas de governo submetidos a sufrágio aquilo que "ironicamente" chama de "as mais nobres aspirações dos povos".



Opinião

Na edição do Novo Jornal de 21/8/2015, muito antes do anúncio, pelo próprio, da retirada de José Eduardo dos Santos da vida política activa, escrevi que a questão da transição na liderança do país estava a deixar de constituir um tabu e que era necessário reflectir sobre ela.


Opinião

Se tivéssemos de fechar estruturas por questões de "bastante gravidade", então convenhamos que metade do país estaria fechado, apesar da existência de portas escancaradas para a impunidade. Fica sempre mais fácil justificar acções com razões de natureza factual mesmo que tais razões estejam no segredo de uns e sendo do total desconhecimento da grande maioria. Mas esta estratégia faz parte do método musculado de tomada de decisões.


Opinião

Declaração de interesses: Não conheço nem me ligam quaisquer tipo de interesses à Dr.ª Irene Neto, logo não sou portador de nenhuma procuração para o que constitui a substância, se é que tem alguma, deste artigo.




Opinião

Vários estudos realizados nos últimos tempos indicam que há uma relação directa entre o desempenho económico dos países e a sua prestação desportiva. De acordo com a generalidade desses estudos, quanto melhor for a condição económica de uma nação, maiores são as possibilidades de vingar no campo desportivo. É por esta razão que o desporto mundial é dominado pelos países economicamente mais poderosos.



Opinião

Estou no Huambo e as memórias da minha infância vão surgindo. Talvez tenha a ver com as paisagens. Lembrei-me que em casa eu tinha um defeito, uma falha que certos mais-velhos tentavam corrigir: o meu domínio da língua portuguesa não era perfeito. Eu sentia-me mais confortável falando umbundu, que, propriamente dita, era a minha língua materna.




Reportagem'

Novas centralidades, velhos problemas... do fascínio à frustração

Depois da atracção inicial, a Centralidade do Sequele, Cacuaco, como nas outras erguidas na periferia de Luanda, assistiu a uma corrida aos seus apartamentos, mas, agora, começam a surgir os problemas e, em muitos casos, a frustração que leva à saída de moradores porque não conseguem suportar os custos do ensino dos filhos, os hospitais estão longe... sem esquecer a despesa mensal com o combustível.

Primeira Página