Economia

A Agência Internacional de Energia estima que a procura de petróleo para este ano vai crescer acima do que estava previsto. Se a isto se juntar a diminuição da produção acordada pela OPEP/Rússia, a pressão inflacionária sobre o preço do barril dificilmente não terá efeitos positivos para os países produtores, como é Angola. Mas há ameaças a este cenário optimista... e são as mesmas de sempre.



Economia

Já se sabe que a Namíbia e Angola têm um novo acordo para o reescalonamento da dívida de Luanda para com Windhoek, que é de mais de 300 milhões USD e foi criada pelo falhado acordo cambial que os dois países assinaram em 2015. O Governador do Banco da Namíbia mostra-se satisfeito com o empenhamento angolano na resolução deste problema, mas diz que só será revelado o teor do acordo nos próximos dias.






Economia

Com a OPA que hoje deu os primeiros passos, o banco português que detém 48 por cento do BFA, o BPI, está a caminho de ser tomado pelo espanhol CaixaBank. Mas, pelo caminho, pode estar em cima da mesa à saída total do BPI do BFA, porque o CaixaBank teme as consequências da exposição à crise que Angola atravessa e quer escapar ao risco da eventual queda acentuada do petróleo.


Economia

Um carregamento de 35,7 toneladas de mangas, produzidas na comuna do Dombe Grande, no município da Baía Farta, em Benguela, foi exportado para Portugal, num negócio que resulta de uma parceria entre um fazendeiro local e uma empresa lusa ligada ao comércio internacional de produtos hortícolas.


Economia

"Os diamantes são para sempre". A frase pode ser verdadeira, mas tudo o resto que envolve o negócio dos diamantes, os tais que são os "melhores amigos das mulheres", pode estar à beira de uma mudança radical, com o desenvolvimento vertiginoso da tecnologia que permite criar gemas em laboratório. Há quem diga que as gigantes mundiais deste negócio podem, em breve, ver transformadas as suas montanhas de riqueza em simples buracos sujos no chão.



Primeira Página